DNS dinâmico

No arti­go “Cri­ar um blog num servi­dor caseiro” mostrei como se pode uti­lizar um servi­dor Unix próprio para alo­ja­men­to de blogs com o soft­ware Word­press.

No entan­to, para que o blog este­ja sem­pre acessív­el é necessário dis­pôr de um serviço Inter­net com IP fixo (que é bas­tante mais caro que os tipos de serviços de Inter­net uti­liza­dos por uti­lizadores domés­ti­cos) ou, em alter­na­ti­va, um serviço de DNS dinâmi­co.

Não se deve con­fundir com DDNS (especi­fi­ca­do pelo RFC 2136), emb­o­ra alguns serviços de DNS dinâmi­co uti­lizem este pro­to­co­lo.

A seguir enu­mer­arei uns quan­tos serviços de DNS dinâmi­co, suas van­ta­gens e desvan­ta­gens, bem como méto­dos de actu­al­iza­ção, para que o nos­so blog este­ja sem­pre acessív­el.

A maio­r­ia dos serviços de Inter­net disponíveis para uti­lizadores caseiros ape­nas disponi­bi­liza um endereço IP que pode mudar com o tem­po. Um serviço com IP fixo é sub­stan­cial­mente mais caro (na Zon, por exem­p­lo, um IP fixo cus­ta €25, além do aces­so pro­pri­a­mente dito e está ape­nas disponíveis para pacotes de aces­so empre­sari­ais).

Exis­tem vários serviços de DNS dinâmi­co, uns grátis, out­ros pagos e muitas vezes com vários vários níveis de serviço e preços. Quase todos per­mitem uti­lizar domínios que ten­hamos reg­is­ta­do jun­to de empre­sas espe­cial­izadas, mas tam­bém per­mitem escol­her de domínios já reg­is­ta­dos.

No arti­go ante­ri­or, o primeiro pas­so é a con­fig­u­ração do soft­ware ddclient. Este soft­ware é respon­sáv­el pela actu­al­iza­ção do nos­so IP dinâmi­co. O ddclient supor­ta os serviços de DNS dinâmi­co mais pop­u­lares, nomeada­mente:

  • Dyn­DNS (www.dyn.com): Este serviço foi um dos pio­neiros. Já foi gra­tu­ito, mas ago­ra mes­mo os serviços mais bási­cos são pagos. O serviço base per­mite definir até 32 host­names e cus­ta 20 dólares amer­i­canos por ano. Além de mais, per­mite con­fig­u­rar wild­cards, isto é, se o nos­so host­name é trindade.myphotos.cc, pos­so, com wild­cards, uti­lizar host­names como, por exem­p­lo, www.trindade.myphotos.cc, mail.trindade.myphotos.cc, ou seja, qual­quer coisa ter­mi­na­da por .trindade.myphotos.cc, em que todos ess­es nomes apon­tam para o mes­mo IP; isto per­mite-nos uti­lizar vir­tu­al hosts no Apache, por exem­p­lo.
  • No-IP (www.no-ip.com): Dis­põe de um serviço gra­tu­ito (No-IP Free). O serviço gra­tu­ito colo­ca à dis­posição 21 sub-domínios onde se podem reg­is­tar host­names. O serviço pago mais bara­to (No-IP Enhanced) disponi­bi­liza mais 59 sub-domínios. Existe ain­da o No-IP Plus, que per­mite reg­is­tar até 50 sub-domínios asso­ci­a­dos a um domínio próprio definido pelo uti­lizador.
  • ZoneEd­it (www.zoneedit.com): O serviço gra­tu­ito per­mite asso­ciar até dois domínios por nós reg­is­ta­dos a um servi­dor DNS insta­l­a­do num servi­dor com IP dinâmi­co. É um serviço um pouco difer­ente dos dois ante­ri­ores, pois não dis­põe de domínios já reg­is­ta­do onde se podem adi­cionar os nos­sos host­names.
  • EasyDNS (web.easydns.com): sim­i­lar ao ZoneEd­it.

Exis­tem ain­da serviços de DNS dinâmi­co, mas com os quais o ddclient não é com­patív­el. O mais pop­u­lar destes é o Afraid.org (freedns.afraid.org). A pop­u­lar­i­dade do afraid.org é que é geri­do por uma comu­nidade e todos os serviços são gra­tu­itos (emb­o­ra disponi­bi­lize uma con­ta Pay­Pal para doações). Dis­põem de mil­hares de sub-domínios acessíveis. Tem a van­tagem de poder ser actu­al­iza­do com ape­nas um pedi­do HTTP (podem-se usar o pro­gra­ma wget ou curl para faz­er a actu­al­iza­ção dos nos­sos host­names).

Final­mente um out­ro serviço que merece destaque é o ChangeIP.com (www.changeip.com). Estão disponíveis mais de 120 sub-domínios grátis e alguns pagos.

Como o ddclient não fun­ciona com o Afraid.org, nem com o ChangeIP.com, terá que se uti­lizar out­ro soft­ware. Existe um chama­do ina­dyn, que além de fun­cionar com o Afraid.org, tam­bém fun­ciona com o Dyn­DNS, No-IP, e ZoneEd­it. Per­mite ain­da definir out­ros serviços não ofi­cial­mente supor­ta­dos des­de que sejam actu­al­izáveis através de pedi­dos HTTP, como o Afraid.org.

Para o ChangeIP.com, pode-se uti­lizar o updatedd. O soft­ware aqui descrito é todo des­ti­na­do a ser exe­cu­ta­do em sis­temas Unix. Para Win­dows a escol­ha tam­bém é vas­ta. Bas­ta procu­rar na pági­na do serviço de DNS dinâmi­co da nos­sa escol­ha por soft­ware com­patív­el.

Existe ain­da out­ra alter­na­ti­va para actu­al­iza­ção do IP jun­to destes serviços: os routers mod­er­nos de uso domés­ti­co dis­põem de opções para faz­er esta actu­al­iza­ção auto­mati­ca­mente, sem depen­der de soft­ware no servi­dor. O con­heci­do firmware DD-WRT supor­ta os serviços Dyn­DNS, Afraid.org, ZoneEd­it, No-IP e EasyDNS, entre out­ros menos uti­liza­dos. Este firmware uti­liza o ina­dyn. Os routers forneci­dos com o serviço Meo, da Por­tu­gal Tele­com supor­tam o Dyn­DNS, o No-IP e o DtDNS.

Esta entrada foi publicada em Administração, Configuração, Internet, Redes. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.