Onde o tempo pára

Côja

Existem sítios onde o tempo pára, onde não há grandes pressas para chegar onde quer que seja, onde o ar tem cheiro diferente, a flores, onde não há trânsito automóvel, ou quase, onde o tráfego aéreo é todo a baixa altitude e os “aviões” têm todos penas, onde os ruídos produzidos pelo Homem são abafados pelo ruído da Natureza.

O ar tem cheiro diferente do da cidade, cheira a frescura, terra, flores, em contraste com o ar da cidade, que cheira a escape de automóveis, cimento, alcatrão…

Vista geral de Côja
Vista geral de Côja

Esta vila é atravessada pelo Rio Alva (afluente do Mondego) e pela Ribeira da Mata, que nasce na Fraga da Pena.

Cascata da Fraga da Pena
Cascata da Fraga da Pena

Está perto de aldeias tão pitorescas como o Piódão e Foz d’Égua e de paisagens naturais deslumbrantes, como a Fraga da Pena.

Esse sítio é Côja, uma vila quase milenar no centro de Portugal.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *