Geral

Onde o tempo pára

Exis­tem sítios onde o tem­po pára, onde não há grandes pres­sas para chegar onde quer que seja, onde o ar tem cheiro difer­ente, a flo­res, onde não há trân­si­to automóv­el, ou quase, onde o tráfego aéreo é todo a baixa alti­tude e os “aviões” têm todos penas, onde os ruí­dos pro­duzi­dos pelo Homem são abafa­dos …

Onde o tem­po páraRead More »

O inglês está na moda?

Já repararam como o inglês está na moda? Por todo o lado se ouve falar em run­ning, cycling, smart­phones, tablets, lap­tops… Nos cír­cu­los de pes­soas que usam cig­a­r­ros elec­tróni­cos é o cop­per, stain­less steel, brass, etc. Se é ver­dade que, para alguns dess­es ter­mos, o equiv­a­lente em por­tuguês não soa tão bem, nem é tão fácil de diz­er, como “tele­fones esper­tos”, “com­puta­dor de …

O inglês está na moda?Read More »

Viagens em família

Ontem deci­di apan­har o com­bóio para casa, não na estação de Entre­cam­pos mas na estação do Rossio. Desci a Aveni­da da Liber­dade a pé, des­de o Mar­quês de Pom­bal e reparei numa coisa curiosa… Quase todos os estrangeiros de férias em Lis­boa via­jam com a família toda. Decer­to per­tencem à classe média nos seus país­es …

Via­gens em famíliaRead More »

Novo desafio profissional: o pânico

Há uns dias ini­ciei um novo desafio profis­sion­al. É sem­pre um pouco assus­ta­dor. Surge sem­pre na nos­sa mente uma panó­plia de questões, receios, expec­ta­ti­vas… É inevitáv­el! Será que os novos cole­gas vão gostar de mim? Será que vou gostar dos meus novos cole­gas? Como será o ambi­ente de tra­bal­ho? Muito for­mal? Pouco for­mal? E o …

Novo desafio profis­sion­al: o pâni­coRead More »

Opinião de um aluno (que, por acaso, é grego…)

Car­ta aber­ta de um estu­dante liceal grego (Traduzi­da de “Echte Democ­ra­tie Jet­zt”): Aos meus pro­fes­sores… e aos out­ros: O meu nome é K. M., sou aluno do últi­mo ano num liceu em Drapet­sona, Pireu. Deci­di escr­ev­er este tex­to porque quero exprim­ir a min­ha fúria, a min­ha revol­ta pelo atre­vi­men­to e pela hipocrisia daque­les que nos …

Opinião de um aluno (que, por aca­so, é grego…)Read More »

Mais um Natal…

[M]ais um Natal… Esta é uma época em que se cos­tu­mam jun­tar as famílias, voltar às ori­gens, muitas vezes no inte­ri­or do país, onde o frio aper­ta e só apetece estar à vol­ta da lareira ou do fogão a lenha. Sei dis­to porque pas­sei muitos na ter­ra natal do meu pai, uma vila paca­ta e …

Mais um Natal…Read More »

Rua d’Arte

[N]a sex­­ta-feira pas­sa­da con­heci um sítio chama­do Rua d’Arte. Mas só se chama assim durante a noite. Durante o dia chama-se Rua da Mesqui­ta. Fica na Aveni­da 25 de Setem­bro, mes­mo em frente ao Mer­ca­do Munic­i­pal e jun­to à sede do Mil­len­ni­um. Faz esquina com a Casa Ele­fante, uma loja de capu­lanas com tan­ta por …

Rua d’ArteRead More »

Kruger National Park (2/2)

[O] dia começou como esper­a­va às 5h30. Hora de acor­dar. Esta­va um frio de rachar e eu só tin­ha uma camisole­ca de meia estação comi­go. Feliz­mente no jipe havia cober­tores. No dia ante­ri­or tín­hamos fal­a­do com um dos guias do Kruger Park que afi­nal era mes­mo o nos­so. Primeiro foram as apre­sen­tações. Ele chama­­va-se Clint. …

Kruger Nation­al Park (2/2)Read More »

Kruger National Park (1/2)

Este fim-de-sem­ana foi dia de viagem até ao Kruger Nation­al Park, o maior par­que nat­ur­al do Mun­do, com 25.000 km2, na África do Sul! A viagem começou com a saí­da de casa, às 7h30. Já sabíamos mais ou menos a direcção a tomar: sair de Maputo pela Aveni­da Eduar­do Mond­lane, em direcção a Mato­la, a …

Kruger Nation­al Park (1/2)Read More »

Ida ao museu

[H]oje fui o primeiro a lev­­an­­tar-me aqui em casa. Quan­do acordei, eram cer­ca de 9 horas da man­hã e já a luz do dia inun­da­va o meu quar­to sem estores. Alias, não há um úni­co estore nes­ta casa… Tratei de tomar o pequeno-almoço. As empre­gadas tin­ham deix­a­do a mesa pos­ta para hoje. Esta­va nas tra­seiras …

Ida ao museuRead More »